<script> (function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','//www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-40921063-1', 'auto'); ga('send', 'pageview'); </script> Ir para o conteúdo
ou

Thin logo

Debian Brasil

Divulgação

MiniDebConf

Latinoware 2016

Fotos no FISL17

Fotos na CPBR9

 Voltar a blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Exército Brasileiro escolheu Debian GNU/Linux

22 de Julho de 2013, 0:00 , por André Felipe Machado - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 921 vezes
Licenciado sob CC (by-nc-sa)

Em tempos do escândalo de vazamento e bisbilhotagem de informações internacional, alicerçada em lei dos EUA, vale a pena estudar os motivos porque o Exército Brasileiro escolheu Debian GNU/Linux.

Faz todo o sentido usar software livre quando você, sua empresa ou instituição possui informações de algum valor de segurança, importância estratégica, ou diferencial competitivo.

Leia sobre a escolha do Exército Brasileiro.


Tags deste artigo: casos de sucesso debian

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.