Ir para o conteúdo
    <li class="asset_articles"><a href="/search/assets?asset=articles"><span class="icon-menu-articles"></span><strong>Artigos</strong></a></li> <li class="asset_people"><a href="/search/assets?asset=people"><span class="icon-menu-people"></span><strong>Pessoas</strong></a></li> <li class="asset_enterprises"><a href="/search/assets?asset=enterprises"><span class="icon-menu-enterprise"></span><strong>Empreendimentos</strong></a></li> <li class="asset_communities"><a href="/search/assets?asset=communities"><span class="icon-menu-community"></span><strong>Comunidades</strong></a></li> <li class="asset_events"><a href="/search/assets?asset=events"><span class="icon-event"></span><strong>Eventos</strong></a></li>
ou

Thin logo

Debian Brasil

Divulgação

DebConf17

Latinoware 2016

Fotos no FISL17

Fotos na CPBR9

Tela cheia

O que é o Debian

30 de Julho de 2013, 0:00 , por Paulo Santana - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 917 vezes

Debian

O que é o Debian?

  O Debian é uma distribuição de GNU/Linux que tem como característica principal a universalidade. Ou seja, tentamos fazer com que ele seja um Sistema Operacional de caráter livre, e que possa ser usado em qualquer lugar do mundo, por qualquer pessoa. O Debian é feito por mais de 1500 voluntários ao redor de todo o globo. Cada pacote, seja ele um programa, uma biblioteca ou documento, tem como responsável o chamado mantenedor, cujas tarefas incluem a compilação e a correção de bugs do pacote.


O Debian tem sido adotado por muitas entidades e tem atraído especialmente os governos, por ser independente de fornecedor, uma iniciativa 100% comunitária e ter um desenvolvimento aberto.

Mas por que usar o Debian?

Abaixo temos algumas razões que poderiam levar você a usar o Debian GNU/Linux:

  • Website completo: http://www.debian.org
  • Definição clara de Software Livre: DFSG
  • Compromisso com a comunidade: Contrato Social
  • Alto compromisso com a estabilidade e segurança: Debian-QA
  • Banco de dados de falhas aberto ao público: Bug Tracking System
  • Dezenas de listas de discussão de ajuda e desenvolvimento, inclusive nacionais: Listas do Debian
  • Boletins semanais traduzidos para várias línguas, inclusive o português brasileiro: Debian Weekly News
  • Mais de 15000 pacotes na versão estável, e mais de 17000 na versão de desenvolvimento.
  • Desenvolvido por mais de 1500 voluntários ao redor do mundo: o maior grupo de uma distribuição de GNU/Linux.
  • Facilidade de instalação, remoção e atualização de programas, através do mais completo sistema de gerenciamento de pacotes (DPKG) e sua consagrada interface (APT), adotados por outras distribuições.
  • Suporte a 14 arquiteturas de processadores: Intel x86 / IA-32 (i386), Motorola 680x0 (m68k), Sun SPARC/UltraSPARC (sparc), DEC Alpha (alpha), Motorola/IBM PowerPC (powerpc), ARM, MIPS (mips/mipsel), HP PA-RISC (hppa), Intel IA-64 (ia64), IBM S/390 (s390), AMD64 (amd64) e Hitachi SuperH (sh).
  • Centenas de mirrors (cópia completa) ao redor do mundo inteiro: Mirrors do Debian
  • Menu centralizado (com todos os programas) em todos os Window Managers.

O Debian é um sistema que procura fazer as coisas do jeito certo. Por muitas vezes, mostrou o caminho para que grandes migrações ocorressem na comunidade, como em relação à localização de arquivos. É improvável ver algum pacote trocar flexibilidade e qualidade por facilidade. A facilidade é um objetivo, mas tem de ser uma adição, não um substituto.

Como instalar o Debian?

1 - Links úteis no sítio oficial do Debian (se os links a seguir não estiverem em português, leia o rodapé das páginas para saber como configurar seu sistema para isso):

2 - Tutoriais e dicas:

  • Se você optar pela versão stable e quiser usar pacotes mais novos não deixe de procurar repositórios de backports para stable de suas aplicações favoritas em http://www.apt-get.org
  • Se você gosta do ambiente GNOME, provavelmente compensa instalar a unstable, com um GNOME extremamente bem integrado.
  • Não desista tão facilmente: consulte a seção Documentação, e, caso não encontre uma resposta, procure ajuda no Rau-Tu, nas Listas e até no IRC.
  • Se você pretende instalar a versão instável (sid), uma boa estratégia é instalar um sistema básico a partir dos CDs do Debian-BR ou do D-I e atualizar para unstable. Um tutorial sobre como fazer essa atualização pode ser encontrado aqui: http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=551

3 - Voluntários para ajudar na instalação

Confira nossos voluntários que podem te ajudar instalar seu primeiro Debian.

Casos de sucesso

Alguns exemplos de uso do Debian como base são:


Tags deste artigo: debianbrasil debian

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.